O Poder do Abraço


Quando foi a última vez que recebeste um Abraço?

Quando falo de abraço, não é aquele de fugida, com a palmadinha nas costas... mas sim, aquele abraço forte, sentido, por alguns segundos, minutos de duração...


E o que sentes ao abraçar alguém? O que sentes quando te abraçam? Qual é a sensação para ti? Eu confesso que até há alguns anos atrás, era algo muito constrangedor para mim... e foi necessário algum "trabalho" nesse sentido para que a sensação mudasse e se transformasse em algo confortável e prazeroso...

Hoje para mim, o abraço é um aconchego, é carinho, amor, energia positiva, força... é algo mágico!!

Se já te sentes confortável com o abraço, óptimo, magnífico, maravilhoso e parabéns... caso contrário, acredita que se quiseres podes mudar essa sensação e tornar o abraço em algo mesmo maravilhoso e agradável... E quem sabe se com o texto de hoje, começas-te a motivar para começares a mudar isso na tua vida.


Há vários estudos que mostram, que um abraço, nos pode fazer sentir muito melhor e contribuir para o nosso bem-estar, verdadeiramente.

Os Abraços realmente têm um poder incrível!

E as crianças que são sábias e têm um conhecimento puro, demonstram isso muitas vezes, pois quando se magoam correm atrás de um abraço confortante da mãe, do teu pai, ou de alguém que amam e instantaneamente o sintoma alivia.

Outra situação, já quando somos adultos, em que o abraço surge espontaneamente, é quando se está a passar por um momento menos fácil, um momento mais delicado emocionalmente, como por exemplo o fim de uma relação, ou a perda de alguém... e um abraço de alguém amigo ajuda bastante e de certa forma alivia o sofrimento. Naturalmente nós oferecemos um abraço quando alguém que gostamos está numa situação menos fácil... É instintivo e cura. Um abraço pode fazer-nos sentir muito melhor e contribuir para o nosso bem-estar.


E claro que este abraço é muito melhor se for de alguém que nos é querido, mas mesmo quando não há ninguém por perto para nos abraçar ou para abraçarmos, podemos obter algum conforto abraçando uma almofada, um animal de estimação, um peluche, uma árvore ou até, a nós proprios.

Os Abraços são terapêuticos!

Experimenta e vivenciarás os seus benefícios.


Há uma famosa frase de psicoterapêutica, norte-americana, Virginia Satir, que diz “Precisamos de quatro abraços por dia para sobreviver. Precisamos de oito abraços por dia para nos manter. Precisamos de doze abraços por dia para crescer.“ Não sei, se estes números foram cientificamente comprovados, mas há uma grande quantidade de evidências científicas em relação à importância dos abraços e do contacto físico e como tal... há que investir ao máximo nos abraços e contacto físico para melhorarmos o nosso bem-estar.


Em 2004 um australiano conhecido pelo pseudónimo "Hugo lloris", "atreveu-se" a segurar num cartaz que dizia "Free Hugs" (Abraços grátis) numa rua publica.

Teve que esperar algum tempo, até que conseguisse receber o primeiro abraço...

Mas os desafios desta aventura não ficaram por aqui. "Hugo lloris" criou a campanha cujo objectivo era abraçar pessoas em Pitt Street Mall, uma rua de Sydney, apenas para alegrá-las e incentivá-las a fazer o mesmo com outros. Mas, depois de algum tempo, guardas, a polícia e a entidade Estatal da cidade disseram-lhe para parar, pois caso alguém se magoasse enquanto o abraçava, a autarquia poderia ser processada. Mas persistiram... e Mann e seus amigos conseguiram uma petição que juntou 10 000 assinaturas e assim, teve permissão para continuar a distribuir abraços de forma gratuita. :)


https://www.youtube.com/watch?v=vr3x_RRJdd4


Com esta iniciativa ele fez a diferença... diferença esta que começou numa rua de Sydney... bem longe de Portugal e hoje este movimento existe pelo mundo, inclusive em Portugal, inclusive em Faro... onde eu já participei e a primeira vez que o fiz, foi mesmo para me desafiar, para sair da minha zona de conforto, porque nessa altura já conseguia dar e receber abraços de quem tinha também esse hábito de o fazer... e então desafiei-me a fazer algo mais... a ir dar abraços a quem não conhecia... Foi uma experiência brutal, gratificante e de repetir sempre que me é possível... Mas é incrível ver as diferentes formas de reagir, de cada pessoa, perante esta oferta... Uns fogem... outros acham que certamente queremos algo em troca... outros reclamam... outros mal tratam... e outros... dão abraços calorosos, sentidos... Incrível!


Partilho contigo, 2 momentos de muitos que já tive, ao ter participado, deste magnífico e gratificante movimento "Abraços Grátis"






Mas oferecer abraços a estranhos não é um método muito usual e poderá ser muito desafiante... por isso, não é necessário começares assim, pelo menos para iniciar o processo, pois há muitas outras maneiras de fazer crescer o teu quociente de abraços.

Então podes começar em casa, com amigos, com pessoas que te sintas à vontade para o fazer, em grupos em que pratiquem exercícios deste tipo... Compromete-te contigo em abraçar os teus familiares ou amigos com mais frequência. Podes também, por exemplo, na próxima vez que estiveres numa festa ou reunião, oferecer um abraço às pessoas quando fores cumprimentá-las ou despedir-te. Este é um óptimo hábito para se desenvolver e acredita que vais sentir resistência em algumas pessoas... e até possivelmente de ti, mas continua... Lembra-te do exemplo do "Hugo lloris" e faz a tua diferença. Aproveita todas as oportunidades para abraçares as pessoas, quando for apropriado. E lembra-te também dos teus animais de estimação. Pois, eles também adoram abraços!

Os Abraços são poderosos e quem sabe, talvez abraçando mais, podemos de uma forma incrível curar o mundo!


Um abraço é um passo na direcção de um nível superior de relacionamento e muitos de nós não temos em atenção a nossa quota diária de abraços.


Há muitos artigos diferentes, escritos por muitos profissionais de áreas diferentes, e uma das conclusões é que quanto mais abraços uma pessoa recebe/dá todos os dias, melhor. Apesar da frase da Virginia Satir, não há propriamente uma conclusão para o número estipulado. O acto de abraçar é uma terapia integral. E das poucas que não têm contra-indicações e pode ser um vicio sem efeitos secundários :)


Bora lá criar este vicio?


10 RAZÕES para criar este vício e contagiar mais e mais pessoas... 10 razões para DAR e RECEBER MAIS ABRAÇOS e de preferência bem apertadinhos, sentidos e de longos segundos :)

1. Abraçar liberta oxitocina no organismo.



A oxitocina é uma hormona poderosa, a qual é conhecida pela hormona do amor e além de fortalecer os laços com os nossos entes queridos, também tem a capacidade de estimular a solidariedade entre estranhos. Ou seja fortalece os nossos laços sociais com o próximo.







2. Abraçar constrói laços mais fortes com as pessoas.

Abraçar nutre as relações humanas, cultiva e aumenta a confiança e faz-nos pessoas mais felizes.










3. Abraçar reduz o stress.

Um bom abraço literalmente diminui os níveis de cortisol encontrado no corpo. Ou seja, é um tratamento anti-ansiedade livre de químicos, totalmente saudável, económico e maravilhoso. :)




4. Abraçar reduz a pressão arterial.



Dar e receber abraços é excelente para o teu coração, em vários sentidos.







5. Abraçar é uma boa acção recíproca.



Nunca se sabe verdadeiramente, qual a situação e emoção que cada pessoa poderá estar a viver em determinado momento, então, quando um bom e sincero abraço é oferecido, ele tem o potencial de melhorar e mudar completamente o dia da pessoa que recebe e até de quem dá, permitindo haver uma troca de energia positiva, de forma a ser transmitida a sensação de felicidade, de amor, carinho, conforto, paz, harmonia...




6. Abraçar faz-nos sentir incríveis! Faz-nos sentir bem!

Todos temos a necessidade do toque, para muitos, poderá estar muito inconsciente, mas é uma necessidade de todos os Seres humanos. Então, como todo o nosso corpo está cheio de terminações nervosas prontas para serem estimuladas, ao tocarmos noutro corpo estamos a satisfazer uma necessidade inconsciente que é o toque, sendo que o poder do toque humano é profundo.




7. Abraçar pode terminar com o mau humor.



Se em determinado momento do teu dia, da tua vida, sentes que o teu humor está em baixo, sentes-te anti-social, então, convido-te a que te permitas receber um caloroso abraço. E certamente vais sair dele sentindo-te um pouco, se não bastante melhor.





8. Abraçar reconecta a mente com o corpo.


Na correria do dia-a-dia, muitas das vezes, fazemos tudo de forma automática, porque não temos tempo para nada. E quando esta falta de tempo dá origem ao caos do dia-a-dia, no local de trabalho, a conduzir, em frente ao computador... um bom abraço pode quebrar este registo e nos reconectar com a nossa verdadeira natureza, com a nossa essência. Um bom abraço tem o poder de nos permitir ter uma respiração mais profunda e um estado de relaxamento mais profundo.






9. Abraçar mais faz-nos melhores “abraçadores”!



Com abraços rápidos, de um braço só, com a palmadinha nas costas... certamente não terás todos os benefícios dos abraços.

Como em tudo... requer treino :) Quanto mais abraçares... melhor abraçarás... mais te irás entregar ao momento... mais consegues receber e transmitir... mais sentido e mais forte será o abraço e certamente mais benefícios irás receber e transmitir.




10. Abraçar cultiva a paciência.

As conexões são promovidas quando as pessoas usam o seu tempo para apreciar e reconhecer o outro. Um abraço é uma das maneiras mais fáceis de mostrar apreciação, carinho, amor e reconhecimento à outra pessoa.

O mundo é um lugar, ocupado pela azáfama e pelo movimento, e estamos constantemente a correr para o próximo compromisso. Se abrandarmos e tiramos um momento para oferecer abraços sinceros ao longo do dia, estamos a beneficiar-nos, estamos a ajudar os outros e a cultivar melhor a paciência dentro de nós.




Após leres todos este benefícios, se sentes que a tua quota pessoal de abraços está baixa, então podes começar já a recolher abraços. O momento presente é o principal e mais importante e essa decisão vai deixar-te, certamente, mais feliz e saudável.


Poucas coisas na vida são tão fáceis de dar e receber, e que, além disso, tenha tanto poder para acalmar e confortar, como um abraço. Nele se calam desentendimentos, se confortam desesperos, e se reafirmam sentimentos de amor e amizade. Então, do que estas à espera para começar o "vicio" do abraço??

Hoje é um magnífico dia para começares a abraçar quem mais amas! Aperta com força, e durante demorados segundos, diz em silêncio o quanto gostas dessa pessoa. Pois, às vezes apenas a intensidade de um abraço sincero, consegue exemplificar o que sentimos por alguém de uma forma totalmente verdadeira e pura!


Abraça simplesmente. Dá um toque de alegria e compaixão à tua vida e na vida de quem te rodeia.

Distribui o bem, o mundo precisa de um pouco mais de amor.


E por fim, acredita no poder do teu abraço.

Um abraço sincero é sempre melhor do que apenas palavras.

Um puro e verdadeiro abraço é um dos gestos mais sincero que existe.



Será que podemos mudar o mundo com o abraço? Vê este vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=a20OyzrRNdQ


E Tu, já abraças-te alguém hoje?



Tudo de magnífico para ti Com muitos abraços. Dora Alcaria

P.S. O texto está escrito de acordo com o antigo acordo ortográfico.

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
  • Facebook Basic Square
  • Instagram
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn ícone social
Follow Us

Para mais Informações ou marcação:

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Twitter ícone social
  • LinkedIn ícone social

Todos os direitos reservados a Dora Alcaria

Livro de reclamações.jpg