Viver como as Flores

"Era uma vez um jovem que caminhava ao lado do seu mestre. Ele perguntou:

* Mestre, como faço para não me aborrecer?

Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes.

Algumas são indiferentes, outras mentirosas... Sofro com as que difamam. * Pois viva como as flores! - advertiu o mestre.

* Como é viver como as flores? - Perguntou o discípulo.

* Repare nestas flores, continuou o mestre, apontando para os lírios que cresciam no jardim.

Elas nascem no esterco, entretanto, são puras e perfumadas.

Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas..." (Autor desconhecido)


As atitudes e comportamentos dos outros só te afectam se tu permitires... cada um é como é, e quem se cruza no nosso caminho é para nos ensinar alguma coisa... poderá ser algo que não conhecíamos e percebemos que há algo de novo que podemos trazer para a nossa vida... ou poderá ser algo de menos bom... e ao presenciarmos, ao sentirmos, percebemos que não desejamos ter isso na nossa vida... e como tal, teremos isso em consideração para que se tenha cuidado de forma a afastarmos essas situações da nossa vida. E tanto uma situação como outra é positiva, pois dá-nos a conhecer o que existe ao nosso dispor e dá-nos a aprendizagem para decidirmos o que realmente queremos e o que não queremos na nossa vida...


É sábio não permitir que as atitudes e comportamentos dos outros, que para nós são menos correctas, nos importunem. Os "defeitos" deles são deles e não teus. Se não são teus, não há razão para te chateares, te irritares...


Exercita, a sabedoria que está em ti, de rejeitar todas as atitudes menos incorrectas que acontecem à tua volta, extraindo para ti só o que te for benéfico, o que te for útil para a tua aprendizagem e para o deu crescimento.

Isso é viver como as flores.


É um desafio que para muitos, é muito desafiante... mas experimenta... e a cada dia que conseguires um pouco mais, celebra... agradece... pois já será menos alguns segundos, minutos... horas e depois dias que deixaste de maltratar o teu corpo devido ao comportamento dos outros e que não são teus... E deves estar a perguntar "Maltratar o meu corpo??" Sim, porque, sempre que te deixares afectar pelo comportamento dos outros, sempre que te chateias, irritas, magoas estás a afectar o teu corpo, a tua saúde... é o teu corpo que sofre com essas emoções que estás a sentir... mas a outra pessoa... muitas das vezes nem se apercebe...


Será que vale a pena colocares o teu corpo, a tua saúde em risco, pelos comportamentos dos outros?


Eu acredito que não, e o desafio desta vez é mesmo, permitires-te que o comportamento dos outros não afecte a tua alegria... ou que pelo menos, começa a treinar para diminuir... de dia para dia.

Boa??

Vamos a isso... Vamos ser como Lindas e maravilhosas flores??

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
  • Facebook Basic Square
  • Instagram
  • Twitter Basic Square
  • LinkedIn ícone social
Follow Us

Para mais Informações ou marcação:

  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • Twitter ícone social
  • LinkedIn ícone social

Todos os direitos reservados a Dora Alcaria

Livro de reclamações.jpg